Grandes ídolos do esporte - Robert Scheidt - Cuproníquel | Medalha de Cuproniquel

Grandes ídolos do esporte - Robert Scheidt

Medalha de Cuproniquel Cuproniquel


R$60,00
Disponível

Atenção! Entregas a partir de junho de 2021.

No dia 15 de abril de 1973, em São Paulo, nasceu o velejador Robert Scheidt. Seu pai, o também velejador Fritz Scheidt, incentivava-o na arte de velejar. As primeiras experiências foram em represas para que o menino fizesse as primeiras velejadas como proeiro. Aos 9 anos de idade, Robert foi presenteado com um barco de madeira para realizar um curso de vela no tradicional Yacht Club Santo Amaro, nascendo ali o seu amor pelo esporte.

Essa paixão tornou-se ainda maior quando Robert Scheidt viu ao vivo pela TV, nas Olimpíadas de Los Angeles, em 1984, a vitória de Joaquim Cruz. O atleta conquistou, nos 800 metros rasos, a medalha de ouro. O grande feito de Cruz despertou no menino a vontade de participar de jogos olímpicos e ser também um brasileiro medalhista campeão, ser o melhor, e ganhar também seu ouro olímpico. O sonho de infância viraria realidade.

Robert, ainda criança, também praticava tênis, outro esporte favorito. No entanto, o amor pela vela foi tornando-se soberano, já que foi Campeão no Sul-Americano da Classe Optimist de Vela, com velejadores de 7 a 15 anos, em 1983, 1984 e 1986. Devido a essas conquistas, ele foi selecionado para representar o Brasil no Campeonato Mundial de Optismist. A partir desse momento, o país perde um talento do tênis e ganha um brilhante velejador.

Após diversas vitórias, finalmente, em 1996, Atlanta e o mundo testemunharam o primeiro ouro olímpico do jovem - o sonho de criança virou realidade. Nas Olimpíadas de Atenas, em 2004, ele tornou-se bicampeão. Hoje, aos 48 anos, o multicampeão acumula 181 títulos, sendo 89 internacionais e 92 nacionais. Em sua espetacular carreira, ele conquistou 5 medalhas em olimpíadas (2 ouros, 2 pratas e 1 bronze). A inspiração de Joaquim Cruz ainda reverbera. Scheidt participará das Olimpíadas de Tóquio!  

Arnaldo José da Silva Xavier

Especialista em Leitura e Produção Textual/UFF & Técnico Operacional/Casa da Moeda do Brasil

 

Anverso

Em primeiro plano está a representação grá­fica de uma medalha de premiação e o título da emissão com a palavra “ÍDOLOS” destacada pela aplicação de textura. A fi­ta da medalha foi colorida por meio de impressão tampográfica nas cores verde e amarela da bandeira do Brasil e apresenta as inscrições da era 2021 e a marca da CMB. Na medalha foi aplicada a cor dourada.

Reverso

Em primeiro plano à esquerda está o portrait do homenageado em tampografia. Acima a representação gráfi­ca da medalha com a fi­ta faz o link com o anverso e abaixo dela estão os nomes do homenageado e da modalidade esportiva que o consagrou. À direita há a representação gráfica da Vela, a legenda referente às suas conquistas, a era 2021 e a marca da Casa da Moeda.

 

Criação: Millie Britto

Modelagem: Érika Takeyama e Luiz Henrique Peixoto

Tiragem: 100(prata), 100(bronze), 50(bronze dourado) e 200(cuproníquel).


Ref: 803767
Tipo do produto: Medalha
Material: Cuproniquel
Edital: 3/2021
Peso: 10g
Diâmetro: 30mm