Moedas e Medalhas Comemorativas

Colecionar moedas e medalhas é uma atividade muito especial. A tradição de cunhá-las é, para a humanidade, um meio importante de eternizar acontecimentos e personalidades, transmitindo para o futuro um testemunho indestrutível. 

De acordo com estudiosos, a primeira moeda apareceu na Lídia, na Ásia Menor e na Jônia, por volta do século VII a.C. Evidências indicam que foram cunhadas em electrum, uma liga natural de ouro e prata. No Brasil as primeiras moedas foram cunhadas em 1645, pelos holandeses, em Pernambuco. Em 1695 a Casa da Moeda cunharia as primeiras moedas oficiais do Brasil Colônia.

Atualmente a emissão de moedas comemorativas é feita pelo Banco Central do Brasil, responsável pelo meio circulante nacional, sendo a Casa da Moeda responsável pela produção das pelas comemorativas.

As medalhas surgiram na Itália Renascentista nos séculos XV e XVI, como uma manifestação dos pintores retratistas, que desenvolveram a técnica da transposição dos traços fisionômicos dos nobres da época para discos metálicos de valor específico. No Brasil, a criação de medalhas teve grande impulso com a chegada de D. João VI, em 1808, pela renovação promovida pelos artistas da Missão Francesa. Hoje, o Clube da Medalha é responsável pela continuação desta atividade, que envolve técnicas industriais e artesanais.